• CARDIOLOGIA PEDIÁTRICA

    A Cardiologia Pediátrica dedica-se ao diagnóstico e tratamento das doenças do coração nas crianças e jovens. As doenças cardíacas das crianças e jovens podem ser congénitas (presentes ao nascimento) ou adquiridas.

    Entre as malformações congénitas, encontram-se, por exemplo:

    • Comunicações interauriculares e interventriculares;
    • Persistência do canal arterial;
    • Defeitos do septo aurículo-ventricular;
    • Tetralogia de Fallot.

    Outras doenças cardíacas que podem ocorrer nas crianças são, por exemplo:

    • Endocardite;
    • Pericardite;
    • Miocardite;
    • Insuficiência cardíaca.
    Empty section. Edit page to add content here.
  • CIRURGIA PEDIÁTRICA

    A Cirurgia Pedátrica dedica-se ao tratamento cirúrgico de doenças, lesões ou deformidades de várias partes do corpo na criança. Engloba a maior parte das doenças cirúrgicas da criança nas várias fases do seu desenvolvimento, desde o recém-nascido até ao adolescente.

    A área de cirurgia pediátrica dispõe de uma equipa de cirurgiões experientes que abordam áreas como, a cirurgia de correcção das malformações congénitas do recém-nascido, a criança e adolescente vítima de trauma, e situações como tumores benignos ou malignos, complicações infecciosas, ou complicações resultantes de mau funcionamento de um órgão ou conjunto de órgãos.

    Os avanços da técnica e da imagem permitem a aquisição de uma informação detalhada dos problemas, facilitando o planeamento da cirurgia.

    Empty section. Edit page to add content here.
  • NEONATOLOGIA

    A Neonatologia dedica-se ao diagnóstico e tratamento das doenças dos recém-nascidos e aos cuidados necessários com os prematuros. A neonatologia tem uma intervenção chave em várias ocasiões:

    Antes do parto: A intervenção pré-natal destes especialistas é especialmente importante nos casos previsíveis de partos prematuros ou de doença dos bebés. Desta forma será possível  fazer um melhor acompanhamento dos pais e também implementar medidas para diminuir ou prevenir riscos e problemas nos recém-nascidos;
    Durante o parto: Os neonatologistas podem fazer parte da equipa médica que acompanha os partos, sendo nesse caso os responsáveis pelos primeiros cuidados prestados aos recém-nascidos;

    Durante o internamento depois do parto: Os neonatologistas são os responsáveis médicos nas unidades de cuidados especiais para recém-nascidos;
    Após a alta: O seguimento de crianças que tenham estado internadas em unidades de cuidados especiais para recém-nascidos tem como objectivo identificar, avaliar e orientar o tratamento de perturbações do desenvolvimento.

    Empty section. Edit page to add content here.
  • NEUROPEDIATRIA

    A Neuropediatria dedica-se ao diagnóstico e tratamento das doenças do sistema nervoso nas crianças e jovens. Entre estas doenças da área da Neuropediatria estão, por exemplo:

    • Transtorno do Espectro do Autismo (TEA);
    • Transtorno do défice de atenção (TDAH);
    • Epilepsia;
    • Cefaleias e outras dores de cabeça;
    • Esclerose múltipla;
    • Paralisia cerebral;
    • Alterações neuromusculares, por exemplo, distrofia muscular e miopatias congénitas;
    • Malformações cerebrais;
    • Perturbações do sono;
    • Alterações da linguagem e fluência do discurso.
    Empty section. Edit page to add content here.
  • PEDOPSIQUIATRIA

    A Pedopsiquiatria aborda as dificuldades emocionais do comportamento e da socialização das crianças e adolescentes, sempre em articulação com as famílias. Aborda dificuldades emocionais, do comportamento e da socialização das crianças e adolescentes em articulação com as famílias.

    Para além do processo de diagnóstico, esta especialidade acompanha a criança ou o adolescente em processo de psicoterapia.

    Empty section. Edit page to add content here.
  • PEDIATRIA

    A Pediatria dedica-se ao seguimento a longo prazo da saúde física, emocional e social das crianças e adolescentes.

    O seguimento regular em pediatria é muito importante para o crescimento saudável e bem-estar das crianças e adolescentes.

    Habitualmente, as visitas ao pediatra são mais frequentes nos primeiros anos de vida. No entanto, mesmo nas crianças mais velhas é muito importante manter um acompanhamento médico regular, mesmo fora de situações de doença, para:

    • Aconselhamento sobre vida saudável e prevenção de doenças;
    • Aconselhamento e orientação para vacinação;
    • Verificar um crescimento e desenvolvimento saudáveis, dentro dos padrões adequados;
    • Assegurar o bem-estar psicológico e emocional e a integração adequada na vida escolar e social;
    • Realizar os exames regulares de saúde adequados;
    • Identificar situações que possam requerer intervenção de outras áreas clínicas.
    Empty section. Edit page to add content here.

    A Equipa de Pediatria

  • PSICOLOGIA INFANTIL

    A Psicologia Infantil é a área da psicologia responsável por investigar e estudar as manifestações psíquicas da criança, incluindo as características cognitivas, físicas, linguísticas, perceptivas, emocionais, sociais, entre outras.

    A Psicologia Infantil busca determinar como as variáveis ambientais e as características biológicas da criança interagem no seu comportamento, estudando como ambas se relacionam e se influenciam.

    O desenvolvimento da criança abrange diversos aspectos, entre eles o crescimento físico, as alterações psicológicas e emocionais e a adaptação social. Há um consenso de que o desenvolvimento infantil é determinado por condições genéticas e factores ambientais.

    A psicologia infantil, juntamente com a psiquiatria, actua dando suporte às diversas áreas da pediatria, dando orientação aos pais, atendimento em família, ludoterapia, atendimento em grupo, entre outros.

    Alguns dos problemas tratados pela psicologia infantil:

    • Défice no rendimento escolar;
    • Doenças psicossomáticas;
    • Perda de limite de conduta;
    • Transtornos de conduta;
    • Anorexia e bulimia;
    • Incontinência fecal e urinária;
    • Desvio da libido;
    • Transtornos com mecanismos psicóticos.
    Empty section. Edit page to add content here.
  • PUERICULTURA

    A Puericultura, como subespecialidade da pediatria, preocupa-se com o acompanhamento integral do processo de desenvolvimento da  criança. É de fundamental importância, uma vez que é por meio dela que o pediatra tem condições de detectar precocemente os mais diferentes distúrbios das áreas do crescimento estatural, da nutrição e do desenvolvimento neuropsicomotor.

    A consulta de puericultura é destinada à avaliação completa do paciente, desde a pesagem, capacidade auditiva e visual até o desenvolvimento neuropsicomotor e da sexualidade.

    Alguns itens avaliados numa consulta de puericultura são:

    • Avaliação do estado nutricional da criança;
    • Avaliação do histórico alimentar;
    • Avaliação da curva de crescimento pelos parâmetros antropométricos adoptados pelo Ministério da Saúde;
    • Estado vacinal, segundo o calendário Nacional de vacinas do Ministério da Saúde;
    • Avaliação do desenvolvimento neuropsicomotor;
    • Avaliação do desempenho escolar e dos cuidados dispensados pela escola;
    • Avaliação do padrão de actividades físicas diárias, conforme parâmetros recomendados de acordo com as fases de crescimento;
    • Exame da capacidade visual;
    • Avaliação das condições do meio ambiente;
    • Avaliação dos cuidados domiciliares dispensados à criança;
    • Avaliação do desenvolvimento da sexualidade;
    • Avaliação quantitativa e qualitativa do sono;
    • Avaliação da função auditiva;
    • Avaliação da saúde bucal.
    Empty section. Edit page to add content here.

Agendar consulta

Ser pediatra é promover saúde, prevenir doença, evitar acidente, afastar intoxicação, identificar desvios, corrigir rotas, apurar cuidados, afinar harmonia de comportamentos, abrir janelas potenciais de cada vida que cresce em suas mãos médicas, de cada mente que se desenvolve sob seu olhar sensível e perceptivo.